A presença de sintomas psicopatológicos em crianças e responsáveis que procuram psicoterapia infantil

Victoria Deluca, Camila Bosse Paiva Antoniutti, Natália Boff, Thaís Landenberger, Irani Iracema de Lima Argimon, Margareth da Silva Oliveira

Resumo


Diversos sintomas psiquiátricos têm seu início na infância, podendo persistir como transtorno na adultez. Portanto, questionam-se quais sintomas estão presentes em crianças que procuram por psicoterapia infantil e se seus responsáveis também possuem alguma sintomatologia clínica. Este é um estudo quantitativo, descritivo e com delineamento transversal. Foram incluídos neste estudo 48 crianças de 8 a 12 anos e 44 responsáveis que se fizeram presentes durante o atendimento psicológico, os quais responderam aos questionários Child Behavior Checklist (CBCL/6-18) e Adult Self-Report (ASR). Constatou-se que as crianças apresentaram sintomatologias relacionadas a transtorno de estresse pós-traumático, ansiedade, depressão, problemas de atenção, problemas internalizantes e externalizantes. Nos responsáveis, observaram-se sintomas relacionados à ansiedade e problemas internalizantes. Este estudo aponta sintomatologias psiquiátricas observadas em crianças e seus cuidadores, bem como destaca a importância da identificação destes sintomas clínicos, visando futuros estudos que ampliem conhecimentos para modelos de intervenções que atendem a essas demandas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN: 1981-1330

DOI 10.29327/226091