Avaliação do autocuidado na adesão do tratamento em pacientes usuários de insulinas

Loreine Wtodarski, Denise Aguiar Fernandes, Mariana Brandalise

Resumo


O tratamento do diabetes constituí em alterações no estilo de vida, através de atividades físicas, hábitos alimentares e quando necessário uso de medicamentos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o autocuidado de pacientes com diabetes mellitus em uso de insulina. O estudo teve uma abordagem exploratória, descritiva, quantitativa, realizada através do Questionário de Atividades de Autocuidado com o Diabetes (QAD). A maioria dos entrevistados (40) foram mulheres, entre 50 a 59 anos, casadas, aposentadas e autodeclaradas brancos. O item que apresentou menor aderência foi a realização de atividade física e o de maior aderência foi a utilização dos medicamentos. Concluímos que a aderência ao autocuidado ainda é baixa, por ser pouco entendida pelos pacientes. A educação em saúde é uma ferramenta importante para compreender a doença e entender a importância de realizar um tratamento completo. A realização do acompanhamento por uma equipe multiprofissional, traz uma abordagem mais abrangente e efetiva.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN: 1981-1330

DOI 10.29327/226091