Modos de Organização e Implicações das Práticas Educativas de Educação em Saúde

Julio Cesar Bresolin Marinho, João Alberto da Silva

Resumo


Nesse artigo procuramos compreender as formas de organizar as práticas educativas que versem sobre a educação em saúde nos anos iniciais do Ensino Fundamental. A abordagem metodológica consiste em uma pesquisa qualitativa, dividida em dois momentos: estudo exploratório e outro que buscou uma compreensão mais ampla dos fenômenos. Para conseguir esse maior entendimento, apostamos no método que denominamos Planejamento Cooperativo, o qual se refere a uma atividade coletiva, que reúne pesquisadores e professores, para discutir modos de criação de situações didáticas. Os dados foram interpretados pela Análise de Conteúdo, que nos permitiu a emergência de seis categorias: relação professores–profissionais da saúde; contextualização da educação em saúde; ações práticas; materiais; práticas educativas para além do biológico; atividades investigativas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Julio Cesar Bresolin Marinho, João Alberto da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexações:

A Acta Scientiaeé indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.