As redes de conhecimento dos professores de ciências: um mapeamento da prática de ensino a partir da análise de redes sociais

Juliana Carvalho Pereira, Maria do Rocio Fontoura Teixeira

Resumo


RESUMO

Este artigo objetivou investigar como se constroem e quais as características das redes de conhecimento formadas a partir da prática do ensino de ciências na educação básica, com o uso e escolha das fontes, que ocorre na formação acadêmica dos professores e na prática de ensino destes. Do ponto de vista da metodologia da Análise de Redes Sociais (ARS), os dados foram analisados através dos softwares UCINET e NetDraw, que possibilitou a partir dos resultados revelar padrões estruturais de relacionamento dos professores com as fontes em forma de rede. Considera-se, nesta análise e interpretação dos resultados que as fontes de informação possuem colaboração efetiva para o desenvolvimento de redes de conhecimento. Esta pesquisa sinaliza que a construção do conhecimento é fortemente relacionada ao uso de fontes tradicionais, tanto na formação acadêmica, com as Bibliotecas e os livros, assim como na prática de ensino com os Livros Didáticos.

PALAVRAS-CHAVES: Redes de conhecimento. Fontes de informação. Ensino de ciências.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Juliana Carvalho Pereira, Maria do Rocio Fontoura Teixeira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexações:

A Acta Scientiaeé indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.