Sequências Didáticas Eletrônicas no Ensino do Corpo Humano: comparando o rendimento do ensino tradicional com o ensino utilizando ferramentas tecnológicas

Caroline Medeiros Martins de Almeida, Letícia Azambuja Lopes, Paulo Tadeu Campos Lopes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi desenvolver, aplicar, avaliar e comparar o rendimento, a frequência e a opinião dos alunos do 8° ano do Ensino Fundamental, sobre sequências didáticas realizadas de forma tradicional, com sequências didáticas utilizando as Tecnologias Digitais com o conteúdo dos sistemas do corpo humano nas aulas de Ciências, através da aplicação de provas, trabalhos e questionários. A população de estudo foi representada por 15 alunos do oitavo ano do Ensino Fundamental de uma Escola Municipal em Sapucaia do Sul, Brasil. O estudo foi realizado durante todo o ano letivo de 2014. As sequências didáticas tradicionais foram elaboradas para serem aplicadas utilizando o quadro negro, livros didáticos e cópias xerocadas e as sequências didáticas eletrônicas foram elaboradas para serem aplicadas utilizando tablets, aplicativos e internet.  A partir da comparação dos resultados das médias das notas e da frequência dos alunos durante os três trimestres, verificamos que a utilização das sequências didáticas eletrônicas facilitou os processos de ensino e aprendizagem nas aulas de Ciências.

 


Palavras-chave


Tecnologias Digitais; Tablets; Ensino de Ciências; Aprendizagem Significativa; Sequências Didáticas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Caroline Medeiros Martins de Almeida, Letícia Azambuja Lopes, Paulo Tadeu Campos Lopes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexações:

A Acta Scientiaeé indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.