Percepções de Estudantes de Química Acerca do Ensinar e do Aprender

Miriam Cristina Covre de Souza, Fabiele Cristiane Dias Broietti, Marinez Meneghello Passos

Resumo


Neste artigo trazemos alguns resultados de uma investigação que procurou identificar e discutir as percepções de licenciandos e de estudantes de um curso de especialização em Química acerca do Ensinar e do Aprender. Os dados foram coletados por meio de um questionário e a análise das respostas foi realizada com base nos pressupostos da análise de conteúdo. Como resultados, destacamos 6 categorias de Ensinar (Transmissão de conhecimento; Conteúdo organizado; Conjunto de atividades manipulativas; Ciclo de aprendizagem; Guia para aprendizagem; Indefinida) e 7 categorias de Aprender (Aumento do conhecimento; Memorização ou reprodução; Aplicação; Compreensão; Procurar/olhar algo em perspectiva diferente; Mudança enquanto pessoa; Indefinida). Identificamos um predomínio do modelo de transmissão-recepção dos sujeitos analisados tanto na percepção do Ensinar quanto na do Aprender, o que ressalta a importância de momentos nos cursos de formação que possibilitem discussões acerca dessas questões.


Palavras-chave


Aprender. Formação de professores. Ensinar. Percepção. Química.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Miriam Cristina Covre de Souza, Fabiele Cristiane Dias Broietti, Marinez Meneghello Passos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexações:

A Acta Scientiaeé indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.