A percepção e a utilização da linguagem matemática na formação inicial do pedagogo: uma abordagem no contexto de Resolução de Problemas / Perception and Use of Language in Mathematics Education Initial Educator: An approach in the context of Problem Solvi

Mário de Souza Rosa, Maurício Rosa

Resumo


Este artigo visa apresentar resultados de uma pesquisa produzida em nível de mestrado, tendocomo objetivo investigar “como acadêmicos do curso de Licenciatura em Pedagogia percebeme utilizam a linguagem matemática no contexto da Resolução de Problemas?”. A viabilidade dapesquisa se fundamentou na necessidade de entender se os acadêmicos de pedagogia, em momentode docência, nas séries iniciais da Educação Fundamental usavam a linguagem matemática comoestratégia para o ensino e como percebiam esse uso no contexto da resolução de problemas. Paraa investigação, tomou-se a Pesquisa Qualitativa como abordagem metodológica procedente, umavez que suas características embasavam as necessidades procedimentais dessa investigação. Osparticipantes desse estudo foram trinta e quatro estudantes matriculados no curso de Pedagogia,nos Campi de Boa Vista e Rorainópolis, da Universidade Estadual de Roraima – UERR. Foramutilizados questionários, entrevistas e gravações em vídeos das aulas dos participantes da pesquisa.Pode-se presumir que, os acadêmicos envolvidos na pesquisa, quando entrevistados, percebiama importância da linguagem matemática como estratégia para a resolução de problemas. Todavianão havia uma preocupação com esta linguagem no discurso junto aos alunos, tampouco, queesses acadêmicos a usassem no contexto de resolução de problemas; o que se pode conjecturarum distanciamento entre a teoria aprendida em sala de aula, durante o curso, e a prática docente,quando em estágio. A partir disso, busca-se apresentar recortes que contribuam com o processode formação de pedagogos que virão ensinar matemática, utilizando a linguagem específica nocontexto de resolução de problemas.

The present research had as objective to investigate on “How does students of theCourse of Degree in Pedagogy notice and use the mathematics language in the context of theProblems Solving?” This work had like basis the necessity of to understand if the teachers usethe mathematics language like a strategy to the learning in the context of problems solving.The students notice the importance of the mathematics language. That theme was pertinent tounderstand the process of resolution of problems linked or not to the forms of mathematicalexpression that teachers used when they enunciate, explain and solve a problem to theirstudents. For the investigation, the qualitative research was taken as reasonable methodologicalapproach, once their details assisted researches that seek to analyze the process and not onlythe product. Thirty-four academics participated in the sample, students of the PedagogyCourse at Boa Vista and Rorainópolis Campus of State University of Roraima – UERR.Questionnaires, interviews and recordings were used as data collected in this research. Theparticipants played the teacher’s role and this attitude holds up a trustworthy analysis of thedata. Without the purpose of draining the subject, some results were reached and answer theproblem of the research and its proposed objectives. It can be supposed that the students noticedthe importance of the mathematics language as strategies for the problems solving. Thoughthere was not a concern with that language in the speech close to the students, either, that theylearned and used it in the context of problems solving. We can take into consideration thatone conjecture is an estrangement between the learned theory and the educational practice,when in apprenticeship.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 Mário de Souza Rosa, Maurício Rosa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ANÚNCIOS

Chamada de Artigos: Ensino de Ciências Básicas e Matemática

Editores
Gabriel Loureiro de Lima (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil)
Marilia Rios de Paula (Associação Dom Bosco – Faculdade de Engenharia de Resende, Brasil)

Envie seu artigo para a Revista Acta Scientiae com as seguintes características gerais e cronograma:

  • Menção clara de submissão à Edição Especial sobre 'Ensino de Ciências Básicas e Matemática'
  • Prazo para envio do manuscrito: ampliado até 6 de junho de 2022
  • Idioma: Os artigos são aceitos em português, espanhol ou inglês, mas, caso sejam aceitos, também será necessária uma versão em inglês para publicação conjunta
  • Data de Publicação: Dezembro de 2022 Edição Especial (Vol. 24)

Mais informações, incluindo instruções para os autores e informações sobre assinaturas, podem ser encontradas aqui.

 

Chamada de Artigos: Geometria e Educação Matemática

Editores
Maria Célia Leme da Silva (Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, Brasil)
Thiago Pedro Pinto (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Brasil)

Envie seu artigo para a Revista Acta Scientiae com as seguintes características gerais e cronograma:

  • Menção clara de submissão à Edição Especial sobre 'Geometria e Educação Matemática'
  • Prazo para envio do manuscrito: 30 de abril de 2022
  • Idioma: Os artigos são aceitos em português, espanhol ou inglês, mas, caso sejam aceitos, também será necessária uma versão em inglês para publicação conjunta
  • Data de Publicação: Novembro de 2022 Edição Especial (Vol. 24)

Mais informações, incluindo instruções para os autores e informações sobre assinaturas, podem ser encontradas aqui.

 

Conceito A1 na Capes(2019)

Índice h5 do Google Scholar: 13
Índice mediana h5 do Google Scholar:24

eISSN: 2178-7727

Indexações:

A Acta Scientiae é indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.