Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A revista Acta Scientiae, editada desde 1999, é uma publicação bimestral da Universidade Luterana do Brasil sob a responsabilidade do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECIM). Tem por Missão divulgar as melhores contribuições científicas para o desenvolvimento da pesquisa na área de Ensino de Ciências e Matemática. Tem por objetivo servir como um meio de discussão e de divulgação da produção científica na região de inquérito denominada Ensino de Ciências e Matemática, assim como áreas afins. O foco do periódico é a publicação de artigos originais e de revisão, entendidos como artigos de pesquisa científica, devidamente embasados na literatura científica, com metodologia e pergunta de pesquisa explícitas (tanto para trabalhos de pesquisa empírica quanto para teórica), relevantes para a área de Ensino de Ciências e Matemática. Porém, também serão considerados resenhas críticas de livros, teses e dissertações.

A cobertura temática da Acta Scientiae, de acordo com a classificação do CNPq, é:
7.08.00.00-6 Educação
7.08.04.00-1 Ensino-Aprendizagem
7.08.05.00-8 Currículo
7.08.07.00-0 Tópicos Específicos de Educação

Atualizado em 7 de agosto de 2017.

 

Políticas de Seção

Expediente

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Artigos que expressem opiniões e posicionamentos acerca de questões atuais da área de Ensino de Ciências e Matemática, cientificamente embasados (Trabalhos de Pesquisa ou Teóricos).

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Resenha crítica de obras relativas a área de Ensino de Ciências e Matemática.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resumos de Dissertações

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos de teses

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Palestras

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Conferências

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Oficinas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Grupos de Discussão

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Congressos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Acta Scientiae publica a produção científica e acadêmica sobre a educação na área de ensino de Ciências e Matemática, bem como o debate relacionado com a questão educativa em diálogo com outras áreas.

Os trabalhos encaminhados à publicação na Acta Scientiae devem ser inéditos (não foram publicado anteriormente) e não estão sendo submetidos simultaneamente para outra publicação, tanto em meios impressos como eletrônicos. No entanto, a Acta Scientiae reserva-se o direito de não publicar mais de um artigo de um mesmo autor e/ou coautor por edição (volume).

Acta Scientiae publica trabalhos em língua portuguesa, espanhola e inglesa. A partir de 2016 os textos em inglês terão prioridade de publicação.

Quanto à modalidade, a Acta Scientiae publica:

  • Artigos originais e de revisão, entendidos como artigos de pesquisa científica, devidamente embasados na literatura científica e com metodologia e pergunta de pesquisa explícitas (tanto para trabalhos de pesquisa empírica quanto para teórica), relevantes para a área de Ensino de Ciências e Matemática ('ensaios' e relatos de experiência não são aceitos);
  • Resenhas de caráter crítico de obras relativas a essa área (Teses e livros), desde que aportem novos conhecimentos além do simples resumo da obra.
  • NOTA: Artigos derivados de trabalhos apresentados em eventos científicos, mesmo que publicados em forma de resumo ou resumo estendido nos respectivos anais, podem ser submetidos, desde que constituam uma versão mais completa, revisada e mais detalhada do que a apresentada nos eventos. A informação de que uma versão preliminar foi apresentada e publicada em anais de congresso deve ser incluída. No entanto, o fato de ter sido apresentado em evento científico não garante que o artigo será necessariamente aprovado.

Não há prazo determinado para o envio de trabalhos, ou seja, o fluxo de recebimento e processamento é contínuo.

Os trabalhos devem ser submetidos pelo site da revista Acta Scientiae na internet, na URL http://periodicos.ulbra.br/index.php/acta. Os dados de identificação do autor devem ser digitados nos campos apropriados da submissão, incluindo nome completo do autor e/ou autores, titulação, cargo ou função, atividade principal exercida, vinculação institucional (se houver), endereço completo para correspondência (incluindo cidade, estado e país), e-mail e ORCID.

Não utilizar palavras inteiramente em maiúsculas para títulos de artigos, palavras-chave, nomes de pessoas ou instituições, etc.

As opiniões emitidas nos trabalhos são de responsabilidade de seus autores.

A Acta Scientiae procede à avaliação pela modalidade por pares duplo-cego em duas etapas: inicialmente é designado um editor, o qual avalia o trabalho recebido é avaliado quanto à sua adequação à linha editorial da revista e seu potencial para publicação; caso aprovado, ele é anonimizado e submetido a um processo, coordenado pelo editor, de revisão por dois pareceristas anônimos, doutores e com competência na área de pesquisa do trabalho. Em caso de discordância entre seus pareceres, o trabalho é encaminhado para um terceiro parecerista para o desempate. Este processo pode resultar em uma de três situações: a) aceitação do trabalho sem modificações; b) devolução aos autores, com sugestões de modificação; c) recusa do trabalho. O Conselho Editorial detém o poder da decisão final. Os autores podem acompanhar pela platatorma todos os passos do processo de avaliação e preparação dos trabalhos.

Os autores serão comunicados, através de correspondência eletrônica, da aceitação ou recusa de seus artigos. A Comissão Editorial não se responsabiliza pela revisão ortográfica, linguística e bibliográfica do trabalho. No entanto, a alta qualidade dos idiomas utilizados nos textos é quesito para a aprovação do trabalho, sendo de responsabilidade do autor as revisões necessárias.

Havendo necessidade de alteração quanto ao conteúdo do texto, será sugerido ao autor que a faça e devolva no prazo estabelecido de 14 dias; a falta de cumprimento desse item pode ocasionar a não publicação do artigo.

As datas de submissão e de aceite são publicadas em cada artigo.

Atualizado em 17 de agosto de 2017.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista Acta Scientiae oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Declaração de Ética e Boas Práticas na Publicação

A Acta Scientiae está empenhada em assegurar os mais elevados padrões de ética na publicação.

Para tal, defendemos os seguintes princípios, baseados no Código de Conduta e Normas de Boas Práticas para Editores de Periódicos, disponibilizado pelo Committee on Publication Ethics (COPE).

Responsabilidades dos/as autores/as
Responsabilidades dos/as avaliadores/as
Responsabilidades dos/as editores/as

São deveres dos/as autores/as:

  • Garantir que existe um consenso entre todos/as os/as coautores/as na aprovação da versão final do artigo e na sua subsequente submissão à Acta Scientiae para publicação.
  • Abster-se de submeter o mesmo artigo simultaneamente a mais do que uma publicação e de submeter vários manuscritos semelhantes e/ou pouco relevantes, com base na mesma pesquisa ("fatiamento salame" de publicações).
  • Limitar a lista de autores exclusivamente a quem contribuiu de forma significativa para a concepção, o projeto, a execução e a interpretação do estudo relatado e não incluir autores fantasmas e ‘convidados’. Outras pessoas que tenham participado apenas em certos aspectos do projeto de investigação devem ser reconhecidas no texto apenas como colaboradores/as.
  • Apresentar um trabalho realizado de modo rigoroso, incluindo uma discussão objetiva do seu significado. Os dados subjacentes à investigação devem ser representados no artigo com precisão. Dados forjados ou falsificados e declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e inaceitável que levará a Editoria a agir de acordo com os fluxogramas COPE, incluindo solicitar aos empregadores dos autores, às instituições onde a pesquisa foi realizada, aos órgãos financiadores dela ou a um organismo apropriado a abertura de investigação.
  • Abster-se de tomar ideias ou trabalho de outros autores sem lhes dar o devido crédito. Incluir até uma sentença do manuscrito de outra pessoa, ou mesmo de autoria própria, sem citação adequada, é considerado plágio e constitui-se em crime, previsto na Lei 9.610 (Lei de direitos autorais) e no Art. 184 do Código Penal Brasileiro. Os revisores estão atentos à publicação redundante ("fatiamento salame" de publicações), bem como ao plágio, e a Editoria da Acta Scientiae utiliza ferramentas informatizadas para detectá-los. Casos de suspeita de má conduta serão tratados de acordo com os fluxogramas COPE.
  • Discriminar quaisquer potenciais conflitos de interesses financeiros ou outros relevantes para todos os autores ao submeter um trabalho.
  • Notificar imediatamente a Editoria da Acta Scientiae, caso descubra um erro significativo ou uma imprecisão no seu próprio trabalho publicado e cooperar com a Editoria para corrigi-lo ou, se for inevitável, retirar o artigo de publicação.

São deveres dos/as avaliadores/as:

  • Informar imediatamente a Editoria da Acta Scientiae, caso não se sintam qualificados para analisar a investigação descrita no artigo ou saibam que suas avaliações não poderão cumprir os prazos definidos, para que seja possível contatar avaliadores alternativos.
  • Abster-se de avaliar artigos em que tenham conflitos de interesse resultantes de relações ou ligações concorrenciais, colaborativas ou outras, com qualquer um/a dos/as autores/as, empresas ou instituições relacionadas a eles, informando imediatamente a Editoria da Acta Scientiae, para que seja possível contatar avaliadores alternativos.
  • Estruturar seus pareceres de forma objetiva e construtiva, com observações redigidas de forma clara e cortês, e com base em argumentos científicos que as sustentem, de modo a que os/as autores/as possam utilizá-los para melhorar o seu artigo.
  • Avaliar os artigos unicamente com base no conteúdo destes e independentemente de quaisquer outros fatores tais como raça, idade, gênero, origem étnica, orientação sexual, deficiência, crença religiosa, nacionalidade, orientação política ou classe social dos/as autores/as.
  • Tratar todos os artigos recebidos no âmbito da arbitragem científica por pares como documentos confidenciais e manter em sigilo toda e qualquer informação privilegiada ou ideias obtidas através da arbitragem científica por pares, nunca as usando para proveito pessoal.
  • Informar imediatamente a Editoria da Acta Scientiae, caso detectem qualquer violação de ética de publicação por parte dos/as autores/as do trabalho sob sua avaliação, incluindo casos de suspeita plágio, publicação redundante ("fatiamento salame" de publicações).

São deveres dos/as editores/as:

  • Assegurar que o processo de arbitragem científica dos artigos submetidos à Acta Scientiae seja anônimo (double-blind peer review), justo e imparcial e que toda a informação relacionada a eles, incluindo as identidades dos/as autores/as e dos/as avaliadores/as, permaneça confidencial.
  • Garantir que todos os artigos e revisões de pesquisa sejam avaliados por dois pareceristas anônimos, doutores e com competência na área de pesquisa do trabalho, e livres de interesses concorrentes, respeitando os pedidos dos autores de que um indivíduo não seja revisor de sua submissão, se estes forem bem fundamentados e praticáveis.
  • Solicitar aos pareceristas que estejam atentos a questões éticas e possíveis falhas de pesquisa e publicação, incluindo design de pesquisa não ético, detalhes insuficientes sobre o consentimento do paciente ou a proteção de assuntos de pesquisa e manipulação e apresentação inadequada de dados, plágio e publicação redundante ("fatiamento salame" de publicações).
  • Exigir que os revisores divulguem quaisquer potenciais conflitos de interesse resultantes de relações ou ligações concorrenciais, colaborativas ou outras, com qualquer um/a dos/as autores/as, empresas ou instituições relacionadas a eles antes de aceitar ou revisar uma submissão, garantir que os leitores sejam informados sobre eles, bem como corrigir a publicação caso os interesses em conflito sejam revelados após a publicação.
  • Manter sistemas para detectar texto plagiado quando suspeitas são levantadas.
  • Garantir que a aceitação ou rejeição de um documento para publicação baseie-se apenas na importância, originalidade, clareza, validade e relevância do estudo para o escopo da Acta Scientiae. Procurar garantias de que todas as pesquisas foram aprovadas por um comitê de ética em pesquisa apropriado.
  • Garantir que os autores tenham um mecanismo de apelação contra decisões editoriais e estar sempre disposto a publicar correções, esclarecimentos, retrações e desculpas, quando necessário e a justificar qualquer desvio importante dos processos de avaliação descritos.
  • Publicar e revisar regularmente as instruções para os autores e para os revisores e fornecer detalhes de como lidam com casos de suspeita de má conduta, tais como os fluxogramas COPE.
  • Monitorar o desempenho dos revisores e tomar medidas para garantir que este seja de alto padrão, bem como que a base de revisores reflita a comunidade da Acta Scientiae. Deixar de usar revisores que produzam consistentemente revisões descorteses, de baixa qualidade ou tardias. Adicionar novos revisores conforme necessário, recorrendo a uma ampla gama de fontes (não apenas contatos pessoais) para identificar novos revisores potenciais, tais como sugestões de autores e bancos de dados bibliográficos.
  • Em caso de suspeita ou alegação de falha de conduta, tanto com relação a trabalhos publicados quanto a ainda em avaliação, agir de acordo com os fluxogramas COPE:
    1. Não simplesmente rejeitar documentos que suscitem preocupações sobre possíveis faltas de conduta.
    2. Solicitar uma resposta dos suspeitos de má conduta. Se a resposta não for satisfatória, solicitar aos empregadores dos autores, às instituições onde a pesquisa foi realizada, aos órgãos financiadores dela ou a um organismo apropriado a abertura de investigação.
    3. Fazer todos os esforços razoáveis para assegurar que seja conduzida uma investigação adequada sobre a alegada má conduta.
  • Responsabilizar-se por tudo que é publicado na Acta Scientiae e defender a liberdade de expressão, bem como impedir que interesses comerciais comprometam os padrões éticos da Acta Scientiae.

Atualizado em 29 de agosto de 2017.

 

ISSN

eISSN 2178-7727