Professores da Educação Básica e o Conhecimento Científico

Mateus Lorenzon, Itacir José Santin, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen, Jacqueline Silva da Silva, Miriam Ines Marchi, Rogério José Schuck

Resumo


Este estudo busca analisar as concepções que professores de escolas da educação básica possuem sobre os saberes científicos. Foram respondidos questionários com perguntas dissertativas por professores de três regiões brasileiras (Sul, Norte e Nordeste), cujas respostas foram analisadas por meio da Análise Textual Discursiva. Os dados analisados inferem para a existência de uma hierarquia axiológica na qual a ciência é apresentada como um saber régio, frente aos demais modos de ver e interpretar o mundo. Desconsidera-se, assim, que conhecimento científico e o conhecimento popular possuem distintas epistemologias, sendo que não podem ser comparados. Tal pressuposição leva a uma profunda reflexão quanto ao Ensino de Ciências no contexto escolar, considerando que não deve haver uma única forma de ver e interpretar o mundo, e sim possibilidades as quais possuem aspectos positivos e outros negativos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Mateus Lorenzon, Itacir José Santin, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen, Jacqueline Silva da Silva, Miriam Ines Marchi, Rogério José Schuck

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexações:

A Acta Scientiaeé indexada em:
Scopus logoScopusLatindex logoLatindexedubaseEdubase (SBU/UNICAMP)
Sumarios.org logoSumarios.orgGoogle Scholar logoGoogle ScholarPortal Livre (CNEM) logoPortal LivRe (CNEM)
Journals for Free logoJournals for FreeREDIB logoREDIBGaloá DOIGaloá DOI

Creative Commons License
Todos os trabalhos publicados aqui estão sob uma licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.