O que nos ensinam Claudia Wonder e Alfredo Sternheim em “Sexo dos anormais”?

Rafael Siqueira de Guimarães, Cleber Braga

Resumo


Este artigo tem o objetivo de promover a discussão sobre as especificidades de “Sexo dos anormais”, de Alfredo Sternheim, filme do período hardcore da pornochanchada brasileira, desde um ponto de vista da educação e da teoria queer, relacionando-o à história deste movimento no cinema e à vidobra de Claudia Wonder, sua protagonista, pessoa transgênero, multiartista e que tem participação decisiva na construção da narrativa deste filme.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.